Qual é o seu quociente de adversidade?

Atualmente, vem se falando muito nesse termo: quociente de adversidade (QA).  E, ter um QA elevafoto1do é uma das competências mais desejadas pelas organizações desse mundo globalizado. Esse termo foi criado pelo maior especialista em medição e reforço da resistência humana, Paul Stoltz, segundo os estudos realizados por ele em mais de 100 mil pessoas lhe deu uma base para identificar pessoas que eram bem sucedidas e outras que estavam paradas no tempo. Esse autor recebeu grande reconhecimento mundial ao escrever dois best-sellers sobre esse assunto, e o mais importante foi publicado com o título de “O Quociente de Adversidade: como transformar obstáculos em oportunidades”. Esse livro deu origem ao termo QA e foi o essencial para despertar o interesse das organizações.

Em resumo, QA é uma forma racional de reação de como resistir às adversidades, ou seja, de transformar uma possível fraqueza em oportunidade. É ser resiliente aos acontecimentos negativos da vida. É saber olhar as dificuldades e ver a solução definitiva e não ficar perdendo tempo apenas olhando para as adversidades.

Com base nos seus estudos, Paul Stolz dividiu as pessoas entrevistadas em três grandes grupos de profissionais: os desistentes, os campistas e os alpinistas ou escaladores. Resumidamente, os grupos foram definidos da seguinte forma:

Desistentes: são todos os profissionais que diante de quaisquer dificuldades não as enfrentam e preferem ficar parado em sua zona de conforto, tem aversão a riscos e estão satisfeitos com o momento em que estão vivendo.  Não buscam novos desafios.

Campistas: são todos os profissionais que buscam segurança e também previsibilidade, não fazem nada mais do que o suficiente e perdem a motivação facilmente. Enfrentam até uma vez ou outra uma adversidade, encaram alguns desafios e sempre acham que chegaram ao seu limite, em caso de risco, os campistas estão sempre em cima do muro.

Alpinistas ou Escaladores: são aqueles profissionais que não desistem nunca, são os que estão sempre em busca de novos desafios, são os que chegam ao topo da escalada, enfim, são aqueles que sempre querem mais para as suas vidas e nunca desistem de nada.

Stoltz concluiu que o mercado é composto por 10% pessoas no grupo dos desistentes, 80% de pessoas no grupo de campistas e 10% das pessoas encontram-se no grupo alpinistas ou escaladores.

Então, atenção! Quanto mais alto o seu QA mais possiblidade terá de crescer em sua vida pessoal ou profissional.  E aplicando esse conceito nas organizações para saber aproveitar as adversidades transformando-as em oportunidades, terão mais energia positiva, podendo assim, alcançar melhores resultados.